quinta-feira, 1 de julho de 2010

UM ÓPTIMO DIA















Quase todos nós costumamos iniciar o dia nos dirigindo àqueles com quem moramos, trabalhamos ou estudamos, com duas palavras, quase mecânicas: Bom dia.

Será que realmente paramos para pensar no que falamos? Será que nos esforçamos para viver um bom dia e para proporcionarmos aos outros o mesmo?

Talvez um verdadeiro bom dia seja aquele no qual nossos primeiros pensamentos sejam os de agradecer a noite dormida, e a oportunidade de acordar para um novo dia.

Esses pensamentos, na forma de uma oração silenciosa, podem ser feitos enquanto nos levantamos, enquanto colocamos a água para o café, enquanto acordamos nossos familiares.

Um bom dia pode começar com uma simples e adequada refeição, em respeito ao nosso corpo que dela precisa, sem correrias ou jejuns tão prejudiciais à saúde.

Que tal, ao invés do rádio, com notícias por vezes inquietantes, abrirmos a janela para vermos, nós mesmos, como está o tempo? Seja a chuva tão necessária, ou o sol tão acolhedor, recebidos por nós com um sorriso.

Ao invés de enfrentar o trânsito, que façamos parte dele, entendendo que assim é a vida na cidade. Ninguém precisa reagir às atitudes erradas dos outros, apenas entendamos que eles ainda não evoluíram nesse item.

Se usamos o transporte colectivo, procuremos ser gentis com todos, com destaque para os mais velhos e com quem necessita de atenções especiais, não agindo como parte de uma massa, mas, sim, como um indivíduo.

Um bom dia, no trabalho ou no estudo, significa dedicação, mesmo que a tarefa não nos agrade. Cumpramos nossa obrigação com alegria. Sejamos um exemplo.

Um bom dia no trabalho ou no estudo pode significar ajudar alguém, afinal, talvez amanhã precisemos ser ajudados.

Um bom dia no estudo significa respeitar o professor que, naquele momento se dedica a nós, e aproveitar ao máximo o aprendizado.

Um bom dia continua, em nossa volta para casa, com gentileza e paciência, sem reclamações sobre a lentidão nas ruas, ou sobre a demora do ônibus. Uma boa leitura, ou uma música de qualidade podem ser uma opção.

De volta ao convívio com os familiares, perguntemos a eles como foram suas atividades, e como eles estão. Façamos as refeições juntos, sem televisão, computador ou telefone interrompendo nosso diálogo.

Um bom dia pode terminar com uma boa leitura ao invés de noticiários inquietantes, novelas com mensagens distorcidas, ou programas que nada nos tragam de bom e que servem apenas para passar o tempo.

Devemos relaxar, sim, ao final do dia, mas o façamos de modo edificante, entendendo que todos os momentos devem ser aproveitados para nossa evolução.

Um bom dia pode ser finalizado com uma reflexão do que fizemos de bom, do que poderíamos ter feito diferente, do que fizemos para fazer a diferença.

E, enfim, que o dia termine com uma oração, agradecendo as oportunidades que tivemos, e pedindo por uma boa noite de repouso, certos de que o próximo será, novamente, um óptimo dia!

Pensemos nisso.

13 comentários:

segredo disse...

Infelizmente em mts familias nem ha o habito de dizer bom dia!!!

Beijinho de lua*.*

Gerana Damulakis disse...

Bela crônica.
Eu não faço nada (sequer digo bom dia)antes de, primeiramente, fazer minhas orações. Acho que meu primeiro pensamento resulta sempre em exclamação. Exclamo: Nossa Senhora de Fátima!
Obrigada pela visita ao Leitora.

Luís Coelho disse...

Os nossos hábitos e costumes vão sofrendo alterações e os comprimentos que se faziam deixaram de ser familiares e passaram a uma cortesia comercial.
Maneiras de cativar!
Penso como vocês. O cumprimento deve ser reabilitado ao carinho de outros tempos. Ao seio do ambiente familiar.
Bom Dia, dito com ênfase e alegria leva ao despertar de novas energias do outro lado. Ao abrir os olhos e acreditar que viver e ter amigos é bom. Que Deus lá em cima está olhando por nós e nos dando mais uma nova hipótese de trabalhar e fazer coisas novas e boas.
Para mim dizer bom dia é fazer uma oração por aqueles que encontro.
Responder a uma saudação deste género é um acordar para a alegria de viver e ajudar a partilhar energias positivas.
Cá vai :
BOM DIA QUERIDOS AMIGOS
DESEJO-VOS UM DIA MARAVILHOSO

Alguém... disse...

Que optimo texto, um belo tema para pensarmos e reflectirmos no nosso "Bom dia" e tudo o que ele envolve.

Parabéns pelo texto, um beijinho*

Bergilde Croce disse...

A boa educação nos conduz aos cumprimentos,mas somente as virtudes que cada um de nós possuimos é que os tornam sinceros ou não.
Bom fim de semana também pra vocês e abraços da Itália.

Amordemadrugada disse...

Olá!
Sim, claro que tem toda a razão!
Infelizmente isso não acontece...A vida é uma correria...
Tb agradeço a Deus, sim, porque me dá mais um dia e mais um dia...
Bgda pelas palavras
Beso e bom fim de semana
;)

Lilá(s) disse...

Muito bom este texto precisamos mesmo refletir sobre os nossos gestos quase automáticos.
Bjs

f@ disse...

Olá e BOA NO!TE...
OLHAR O CÉU A SEGUIR AO TEXTO QUE ACABEI DE LER...
obrigada

mto bom passar aqui para ler
O BELO

beijinhos

Alis disse...

Mto B E L O

VOLTO PARA R E LER

Obrigada pela visita

beijinhos

Carmo disse...

Tem toda a razão, muitas vezes dirigimo-nos ás pessoas já de forma automática e esse "Bom dia" é um bom dia vazio de sentimentos. Há que parar e reflectir.
Agora sim, tenha um Bom dia!

Livinha disse...

Lindo texto, em respeito ao Bom Dia.
Basta saber quando o dia recomeça pleno na alegria de dizer Bom Dia a ti mesmo. Agradecendo a vida, por alí está após uma noite de reposição ao descanso, as boas energias.

Bom Dia pra ti minha amiga!

Bjs

Livinha

carol sakurá disse...

Obrigada por seguir ao Le Poete en Fleur!
Que possamos ter uma semana de 'bons dias'!

Carmem disse...

Não consegui comentar no post de cima.

Bjus