domingo, 13 de fevereiro de 2011

ESFRIA?



















Para manter o interesse, o relacionamento deve estar sempre
em primeiro lugar

Após um certo tempo de namoro, é natural que a emoção e o encantamento do início sofram um desgaste com a rotina. Outras prioridades tomam o lugar, que até então era exclusivo do ser amado; assim, em meio a tantas tarefas e devido às dificuldades que se apresentam no dia-a-dia, aos poucos a relação pode acabar ficando em segundo plano. È preciso muito cuidado para garantir que o seu relacionamento receba toda a atenção necessária e não esfrie.

Para a psicóloga Cristiane Fiaux, nesse início as pessoas tendem a idealizar o ser amado e a própria relação em si. Ela explica que quando estamos envolvidos com alguém, é natural criar expectativas positivas, devido às novidades. Entretanto, no dia-a-dia, ao entrar em contato com as dificuldades, ritmos de vida diferentes e manias, tudo pode mudar. “O tempo faz com que outro lado seja revelado e as pessoas não estão preparadas para isso. Elas não conseguem trabalhar as dificuldades para vencer os obstáculos da rotina”, considera.

Parar para pensar nas prioridades da vida e nos interesses do outro é a grande dica que pode evitar crises no relacionamento. Cristiane indica algumas atitudes positivas que podem evitar muitos problemas, como cultivar a relação, reservando tempo para momentos de conversa e passeios. “É preciso manter o diálogo e fazer uma auto-reflexão para descobrir o que cada um precisa, assim dá para dispensar maior atenção às necessidades do casal”, indica. A ideia é acreditar no amor e buscar formas de fazer com que a relação volte a ser prazerosa, para não causar comodismo e infelicidade

20 comentários:

Daniel Savio disse...

Realmente esfria, por isso que é importante reservar um tempo para que ambos possa mudar a rotina...

Fique com Deus, menina Naty.
Um abraço.

Celia na Italia disse...

É esta danada da vida, invariavelmente tão maravilhosa por vezes precisa ser recarregada, mas fica fácil com um pouco de silêncio olho no olho e amor no coração. Falar tb é fundamental, concordo!
Uma ótima semana!

Terê. disse...

amiga que belo texto... parabens amei, linda semana para vc! bju terê.

tossan® disse...

Grande texto! Não...Isso faz parte. Abraço

Daíse disse...

Olá!
Obrigada pela passadinha lá no blog!!!!
Bjos!

Sobre o Tempo disse...

O relacionamento jamais deveria esfriar, mas na realidade esfria, infelizmente. Agradeço o comentário no meu blog.

Sônia Silvino disse...

Boas dicas, minha amada!
Eu adoro as mensagens que mandas por e-mail. Obrigada!
Beijinhos!

Dragão Azul disse...

Esfria... mas se de vez em quando recarregarmos as baterias tudo volta ao nornal.

Faa Cintra disse...

Ficarei aqui também.

Arigi Kuwanna disse...

Olá vim retribuir a visita, adorei seu blog.
"rotina" uma palavra extremamente ruim, concordo, quando caimos na rotina tudo muda.
Beijos se cuida e tenha uma linda semana.

Zé do Cão disse...

Que é isso de esfriar? Ás vezes há é uma portas que se abre e vem uma golfada de ar fresco que nos incomoda.
Mas quando gostamos mesmo, teremos de fazer força para ultrapassar as dificuldades.
Vim fazer uma férias a este planeta, casei por cá, já lá vão 37 anos e nada esfriou. Esfriados estão aos meus familiares por tão longa ausência do seu seio.ahahah...
o meu abraço

Fabrício Santiago disse...

Esse esfriamento é triste! É qdo o amor vira um "bom dia", como diz a música.

PS:Aproveito pra avisar que a acanhada Narroterapia foi atualizada por mim.

É o 3º capítulo da saga Autópsia de uma Corneada. Te espero por lá com seus comentários.

http://narroterapia.blogspot.com/2011/03/autopsia-de-uma-corneada-iii.html

Janaina Cruz disse...

Esfriar é o cair ao chão de uma realidade que só existia em nossa imaginação, quando tudo aparece como realmente é nos põem medo.

Mas há como rever os conceitos e mudar uma realidade... :)

нєllєи Cαяoliиє disse...

Infelizmente alguns relacionamentos tendem a esfriar,mas temos que ser mais quentes que esse frio que tende a pesar em um relacionamento,se existe mesmo a fé da renovação tanto no casamento,no namoro e etc haverá o aquecimento.
Beijos

Pena disse...

Estimados e Fabulosos Amigos:
"...Entretanto, no dia-a-dia, ao entrar em contato com as dificuldades, ritmos de vida diferentes e manias, tudo pode mudar. “O tempo faz com que outro lado seja revelado e as pessoas não estão preparadas para isso. Elas não conseguem trabalhar as dificuldades para vencer os obstáculos da rotina”, considera..."

Já sumariei a lição.
Parabéns pela atitude fabulosa.
São perfeitos e de imensa significação.
Parabéns e grato pela vossa ternura e magia no meu blogue.
Com respeito.
Abraço e Beijo amigo.
Sempre a admirá-los e ao que concebem de pureza majestosa e perfeita.

pena

Bem-Hajam, geniais amigos.
Adorei. Fantásticos.
São extraordinários.

Luís Coelho disse...

Boa noite
Graças a Deus que reapareceram no lidacoelho. Admiro os vossos trabalhos e penso que são muito oportunos.

O relacionamento entre os casais e também entre os filhos está piorando de dia a dia.
A sociedade caminha em grandes mudanças e nem sempre conseguem um entendimento e um programa de crescimento com maturidade, respeito e humildade.
Um abraço e votos de boa saúde.

Luciana disse...

Um grande beijo pra vocês.

Marta disse...

Ás vezes, não falamos o suficiente...
E isso pode realmente afectar o relacionamento...
Por isso, temos que guardar um espaço/tempo para o reencontro...
Obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta

Aleatoriamente disse...

Olá Naty,
Desculpa a demora de vir retribuir tua visita.
Não tenho experiência ainda, para assinar esse texto sobre casal.
Meu primeiro namoro, estou vivendo agora.
Mas acho que para uma relação ser duradoura, se precisa antes de tudo de amor e confiança, ,respeito , companheirismo, direito do outro de ir e vir.
Se há amor mesmo haverá confiança.
Algumas amigas me perguntam se eu não tenho ciúmes, visto que Felipe é medico e vivi em plantões. Respondo-lhes que não, e elas me dizem: ”então você não o ama, quem ama sente ciúmes.”
-O amor não é ciumento lhes respondo.
Se tenho certeza do meu amor e do dele, vou sentir ciúmes de quê?
Respeito seu trabalho, sua pessoa, acho que ser companheira é algo melhor que sentir ciúmes.
O casal é algo maravilhoso que Deus uniu, mas cada um antes de ser um casal tinha a sua rotina, seus afazeres, sua história de vida, seus amigos, enfim...
Cada tem o direito de ir e vir sem bola de ferro nos pés , elas deveriam entender isso, mas acho que elas precisariam da escola da vida lá fora mesmo, como eu fui matriculada desde menininha .
Devemos ser sinceros sempre, a verdade é a base de tudo, depois o respeito abraça a causa e o amor que já existe faz o resto.

Um beijo querida, desculpa o tamanho do comentário, mas eu só assim, vou escrevendo e quando vejo deu nisso.

Foi um prazer te ter lá em vivências.
Fernanda

andrebdois disse...

obrigado pela linnda mensagem!! parabens pelo belissimo blog :D
abraço.